17.7.09

Ao final da tarde, viajar.

Quando tudo pára, a vida corrida da cidade, o trânsito se refaz ao mínimo de carros possíveis na rua, quando passamos a escutar apenas o silêncio da tarde, é hora de "viajar".Viajar que me refiro é buscar um lugar no parque, no bosque, na caminhada na praça, sair para viajar em nossos pensamentos, nos encontrar e rever o que hoje foi feito e realizado, além de fazer planos para o amanhã. Não há nada melhor do que sair e respirar um ar mais tranquilo, suave dos campos verdes, das flores das praças, do passear no bosque e sentir apenas que aqui dentro da memória, os pensamentos buscam ser mais identificados. Ao final da tarde, vem uma sensibilidade que nos faz viajar, tentar transformar o final do dia mais evidente, mais belo, mais colorido e sereno. Alguns preferem academia, outros natação, e outros preferem sentar a beira de um lago e olhar o horizonte. Analisar a beleza dos lugares, seus detalhes e minúncias, suas diferenças e o tempo. Melhor é o olhar e saber que a vida ainda se conserva ali, brotando, crescendo e se modificando. Sentir o vento tocar a face de nossos rostos, os perfumes das rosas, o doce pôr-d0-sol e mais. As vezes isso se torna quase uma terapia, é uma distração, dizem que todos nós um dia temos que obter um tempo só para nós. Este é um tempo que vale a pena, ver crianças a correr com seus animais, outros fazendo suas caminhadas, alguns correndo, e a vida ali bela e sutil. É um descanso para a alma, um alívio para a nossa mente. Se todos soubessemos como é bom dedicar um tempinho que seja só para nós mesmos, tudo que nos propusessemos a fazer seria bem mais saudável e com mais qualidade. Viva com qualidade!

Nenhum comentário: